Administrador

Administrador

Terça, 10 Maio 2016 16:25

I Torneio 1º de Maio Sintracom (2016)

[gallery ids="4138,4139,4137,4136,4135,4134,4133,4132,4131,4130,4129,4128,4127,4126,4125"]

Campeou levou troféu e cheque de R$ 2 mil

 A equipe do Boa Vista FC venceu o I Torneio 1° de Maio, realizado no Dia do Trabalhador e da Trabalhadora, na Chácara Waldemar Pires de Oliveira. Oito equipes participaram do evento no sistema mata-mata. O segundo lugar ficou com o time Claudinho FC, o terceiro com o Sintracom FC e o quarto com o Revelação FC. “Os oito times participantes se classificaram previamente pelos Torneios Sintracom FC, que teve sequência em 8 de maio e continuam em 22 e 29 de maio ”, detalhou o secretário de Esportes e Lazer, Alexandre Vieira.  O campeão levou troféu e cheque de R$ 2 mil e o vice garantiu prêmio de R$ 1 mil.

Vem aí
As equipes  devem ficar atentas aos chamamentos para o Torneio da Amizade 2016, agendado para  18 e 19 de junho, com final em 26 de junho,  e o 1° Campeonato de Sócio Facultativo, com início em 2 de julho.

Confira aqui a galeria de fotos do torneio!

Evento reuniu cerca de três mil trabalhadores e familiares na chácara da entidade

O Sintracom SBC-DMA reuniu mais de três mil trabalhadores e familiares para comemorar o 1° de Maio, na Chácara Waldemar Pires de Oliveira, no Riacho Grande.

O presidente Admilson Oliveira destacou a necessidade de reflexão e ação da classe trabalhadora diante do grave momento político no país.

"Nosso sindicato tem atuado firmemente no que diz respeito à defesa dos direitos dos trabalhadores. Mas vivemos um momento de crise econômica em que esses direitos são atacados. Por isso, precisamos caminhar com muita unidade na luta, sem retroceder jamais", declarou.

O ato político foi prestigiado por Tarcisio Secoli, secretário de Coordenação Governamental e de Serviços Urbanos de São Bernardo, e pelo vereador de Diadema, Manoel Eduardo (Maninho).

Diretores do Sintracom participaram de assembleia com trabalhadores em Diadema

Os diretores do Sintracom Cida Menezes e Zé Andrade abriram em 28 de abril a campanha salarial 2016na Cirella, onde se reuniram com cerca de 200 funcionários com apoio de representantes sindicais de Campinas, Mogi das Cruzes e Bauru, além do vereador Maninho, de Diadema.

Na oportunidade, Cida e Zé Andrade destacaram a importância dos trabalhadores na mobilização da categoria para mostrar unidade e superar as dificuldades na mesa de negociação com o sindicato patronal.

Quinta, 28 Abril 2016 14:29

Segurança na Cirella em debate

Os diretores do Sintracom Cida Menezes e Zé Andrade estiveram reunidos com funcionários da Cirella Construtura para um diálogo sobre saúde e segurança do trabalho (DDS). O vereador Maninho, de Diadema, também esteve presente na reunião.

Na oportunidade, Cida e Zé Andrade orientaram sobre a questão do uso de equipamentos individuais de segurança (EPIs) para conscientizar os cerca de 200 trabalhadores.

Cerca de 35 trabalhadores da empresa Engeco, terceirizada de manutenção na Scania, participaram de assembleia em 19 de abril na sede do Sintracom para dar início às negociações da PLR de 2016.

O presidente do sindicato Admilson Oliveira, além dos diretores Antônio José, o Irmão, Voneide, secretário de Formação, e Elídio participaram das negociações.

Finalidade do encontro foi apresentar candidatura do Suntracs nas eleições da ICM

O presidente do Sintracom Admilson Oliveira recebeu em 7 de abril o presidente do Sindicato Único Nacional de Trabajadores de la Industria de la Construcción y Similares do Panamá (Suntracs), o 1º vice-presidente da Internacional de Trabajadores de la Construcción y la Madera (ICM) para a América Latina e Caribe, Saul Rodrigues, e o diretor de relações internacionais do Suntracs e do partido Frente Ampla pela Democracia (FAD), Jaime Caballero.

A finalidade do encontro foi apresentar o projeto de candidatura do Suntracs nas eleições da ICM, agendadas para 2017, durante encontro mundial marcado para acontecer na África do Sul. Os dirigentes panamenhos entendem que o sindicalismo brasileiro é “referência para o mundo e o apoio fundamental nas eleições da ICM”.

Admilson aproveitou a oportunidade para apresentar toda diretoria e falar da atuação da entidade nas cidades de Diadema e São Bernardo do Campo, além da divulgação da campanha salarial. “Nós representamos trabalhadores de oito categorias. Passamos o ano todo fazendo a campanha salarial da construção civil, mármores e granito, móveis, cerâmica, serraria, produtos de cimento, montagem industrial e instalação elétrica”, declarou.

Saul Rodrigues falou a respeito do cenário sindical no Panamá, das funções à frente do Suntracs e da perspectiva em se candidatar para a direção da ICM. "A negociação coletiva debatida com o sindicato patronal vigora por quatro anos e é considerada a média do índice de inflação para o período, além do aumento salarial, que acontece de forma gradual a cada 12 meses", detalhou.

O Panamá é um país pequeno, com cerca de 3,8 milhões de habitantes e acolhe cerca de 140 mil trabalhadores na indústria e na construção civil. "Filiados ao nosso sindicato são mais de 80 mil. Negociamos com o sindicato patronal apenas uma única convenção coletiva”, disse ao defender que é necessária a contratação de profissionais de Economia afinados com a entidade sindical para calcular os índices de inflação, uma vez que não há órgãos oficiais no Panamá que façam este tipo de trabalho, como faz o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) aqui no Brasil.

A convenção coletiva negociada se aplica a quase 95% da indústria panamenha e que todos trabalhadores da indústria e da construção civil – sócios ou não – são contemplados pela convenção. “Nossa instância máxima é a diretoria eleita em assembleia. São escolhidos 15 diretores, além de seus respectivos suplentes. E em cada obra há um representante do sindicato”, disse Saul.

Candidatura à presidência da ICM
No momento em que decidiu se filiar à ICM, o Suntracs contou com muita solidariedade internacional. De acordo com Saul, no último congresso da ICM, na Tailândia, o Suntracs pleiteou  espaço na diretoria da entidade. “A ideia de apresentarmos nossa candidatura com um ano de antecedência serve para mudarmos a cultura de se decidir tudo de última hora. Porque queremos fazer uma discussão programática e estratégica”, explicou Saul.

O presidente do Suntracs afirmou que tem como objetivo construção de um plano de trabalho para fortalecer a atuação da ICM em toda América Latina e espera contar com o apoio do Sintracom. “Temos uma nova proposta e acreditamos que a renovação tem de ser discutida para que todos tenham a oportunidade de participar. Por isso, com esta ideia, viemos aqui para conversar com vocês para que considerem nos apoiar neste projeto”, afirmou.

O presidente do Sintracom agradeceu a presença dos dirigentes panamenhos e se colocou à disposição. “Se for preciso e nós tivermos condições de ajudar os companheiros na articulação política, estaremos sempre à disposição”, concluiu.

Terça, 05 Abril 2016 13:05

Mobilização começa em 8 de abril

Campanha salarial será unificada em todo o estado

A campanha salarial da construção de 2016 será lançada em 8 de abril em Guarulhos pela FSCM-CUT sob a palavra de ordem ‘Avançar sim, retroceder jamais!’. O Sintracom SBC-DMA participará de todo o calendário de mobilização que irá percorrer o estado de São Paulo. A principal reivindicação é de negociações permanentes sempre que a inflação acumulada for superior a 5% para preservação do poder aquisitivo dos salários.

Da pauta ainda constam reajustes do salário baseado no INPC,  almoço completo gratuito, vale-alimentação no valor diário de R$ 36,  convênios médico e odontológico,  café da manhã e lanche da tarde, jantar completo ou vale alimentação no valor de R$ 36 diários, 100% no valor da hora extra de segunda a sábado em cima do valor diário de trabalho, adicional de 150% para horas extras  trabalhadas aos domingos, feriados e dias já compensados, os valores das horas extras habituais, integrarão o valor da remuneração para efeito de pagamento de férias, 13º, repousos semanais remunerados, aviso prévio e depósito do FGTS, entre outros.

Sindicato notificou empresa para comparecer em reunião para tratar da questão

 

  Trabalhadores da Manserv no setor de manutenção no Shopping Metropolis, em São Bernardo Campo, realizaram assembléia em 15 de março para debater o valor da PLR 2016/2017 e reivindicar reajuste no valor do café da manhã. O secretário de Imprensa e Comunicação do Sintracom, Antonio José Jesus Silva, o Irmão, propôs notificar empresa para reunião na sede da entidade para tratar das questões.  A proposta foi aprovada por unanimidade pelos trabalhadores.

Delegação competiu na maioria das modalidades e cravou 49 pontos

 

  A delegação do Sintracom fez bonito nos III Jogos Operários da FSCM-CUT, realizado em 5 de março, em Praia Grande. Com 49 pontos ficou atrás da vice, Salto, que chegou a 58 pontos, e da grande campeã Botucatu, 89 pontos. Com 42 pontos, Guarulhos ficou em quarto lugar; com 41, Campinas em quinto; e com 12, Mogi, em sexto. As disputas em cabo-de-guerra, masculino e feminino; tênis de mesa; pebolim; sinuca, truco; dominó; miss; cantor; dança e futsal passaram de 12 horas. “Fizemos a lição de casa, porém o mais importante foi garantir a integração dos trabalhadores em ambiente saudável e descontraído”, afirmou o presidente do Sintracom, Admilson Oliveira.

  A terceira colocação da delegação surgiu logo na primeira competição do dia com a equipe feminina de cabo de guerra. O esforço das meninas não superou a segunda colocada, Salto.  Botucatu levou ouro. No masculino, Botucatu emplacou mais uma vez o primeiro lugar, São Bernardo ficou em segundo e Guarulhos em terceiro.

  Na quadra de futsal, São Bernardo ficou fora do pódio. O time de Guarulhos se superou e levou troféu e medalha de ouro depois de uma partida sensacional contra Salto, com empate de 7 a 7 no tempo regulamentar e 3 a 2 nos pênaltis. As torcidas ficaram em pé na arquibancada para acompanhar os momentos finais do jogo. Mogi das Cruzes garantiu o terceiro lugar depois de vencer Campinas.  O goleiro menos vazado foi Luis Henrique Josef, de Guarulhos; e o artilheiro, Herison de Amorim Leite, de Mogi das Cruzes.

  O clima acirrado se estendeu até o salão de jogos, onde a dupla de Salto João Batista de Barros e Valdir de Lima fechou a rodada final do truco com casal maior, deixando os rapazes de Botucatu, Alexsander e Diego, com o segundo lugar. São Bernardo selou a terceira colocação com a dupla Alexandre Vieira e Júlio Marcondes.

  Também inacreditável foi a penúltima tacada do campeão de sinuca, Bruno Alexandre dos Santos, de São Bernardo. A bola bateu pelo menos quatro vezes nas laterais antes de cair na caçapa e facilitar o fim da partida. Luis Carlos de Paula, de Botucatu, ficou com a segunda colocação e Valdir Cachoeira da Silva, de Salto, com a terceira.

  A disputa no dominó também foi quente, mas Guarulhos levou a melhor com a dupla Alex Sandro Pereira e Edilson de Jesus, sobre Elídio Geraldo da Silva e Erando de Araujo, de São Bernardo. Gessi Lauro Pereira Costa e Carlos Inácio, de Botucatu, ficaram em terceiro.

  Guarulhos ficou com ouro no tênis de mesa, defendido por Nilton Cunha; Botucatu com prata por Vinícius Roberto Brunelli; e São Bernardo com bronze, por Railan Barreto Mota. O campeão em pebolim foi a dupla Ademir Bueno e Valmir Rodrigues da Silva, de Salto; em segundo, Nilton Eduardo Augusto e Wilian Augusto Gonçalves, de Botucatu, e em terceiro, Wagner de Oliveira Cardoso eRobson de Oliveira, de São Bernardo.

  Antes do baile de confraternização com a banda Única Eventos, o casal de Botucatu Joel Adriano dos Santos e Fernanda Travizo Hory venceu a modalidade dança de salão que explorou os talentos na pista em forró, samba, valsa e, de quebra, um xote inspirado no clássico de Adoniran Barbosa. O segundo lugar ficou com o casal Cícero Pereira da Silva e Marlene Aparecida Nunes dos Santos, de Campinas, e o terceiro com Robson Luis da Rocha e Silvana De Souza Paiva, de Salto. Quem soltou a voz e levou ouro na modalidade cantor foi Jonatas Alfredo Pereira, de Botucatu. Flávio Novaes Evangelista, de Campinas, ficou com prata. Apenas os dois enfrentaram o microfone.

  A modalidade miss sindical trouxe para o salão mais que beleza. As candidatas responderam a questões voltadas à cidade de origem e ao sindicalismo. O primeiro lugar ficou com Botucatu, representada por Pâmela Antunes, o segundo com Salto, por Silvana de Souza Paiva, e o terceiro com Campinas, por Lucimara Duarte dos Santos. A militante histórica no movimento sindical do ABC, Cida Menezes, abrilhantou a competição com participação hors concours.

[gallery ids="3989,3991,3992,3990,3988,3993"]

 

Página 6 de 58