Quarta, 25 Outubro 2017 17:21

Que maravilha, que coisa linda

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Desde 2007, quando o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva conseguiu trazer a Copa do Mundo de 2014 para o Brasil, meu coração dizia que o evento seria divisor de águas não só para o país, mas para todo o mundo. Mais que lindas paisagens e calor humano típicos do Brasil, oferecemos ao planeta a oportunidade de maravilhamento com o que somos e vislumbre positivo de que ainda poderemos ser. O mundo está de queixo caído com nossa pátria, mãe gentil, e as seleções estão contagiadas por esta energia que explica o Brasil, sem palavras, sem números.

O título de Copa das Copas já é nosso e quem apostou no pessimismo tem de dar o braço a torcer. Temos uma Copa de resultados surpreendentes, dentro e fora dos gramados. Quando uma Copa teve média de público de 50 mil pessoas nos estádios?

Os gastos públicos com a organização da Copa do Mundo, alvo de protestos descabidos, deixa lastro de benefícios ao país. O saldo virá à tona assim que a seleção campeã erguer a taça em 13 de julho. Vale lembrar que  a Copa das Confederações rendeu R$ 740 milhões, segundo o Embratur, e atraiu cerca de 250 mil turistas entre 15 e 30 de junho nas seis cidades-sede do torneio. A JMJ (Jornada Mundial da Juventude), realizada entre 23 e 28 de julho, levou 3,5 milhões de pessoas ao Rio e movimentou R$ 1,2 bilhão, segundo o governo.

Microempresas movimentaram R$ 280 milhões e até o fim do evento a expectativa é que o faturamento chegue a R$ 500 milhões, segundo levantamento realizado pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

A construção dos seis estádios da Copa das Confederações foi responsável pela geração de 24,5 mil empregos, de acordo com balanço do governo federal. O programa de alimentos e bebidas da Copa do Mundo criará 12 mil empregos temporários em bares e lanchonetes. Mas o que realmente não tem preço é a melhoria da autoestima da população e a confiança no futuro da nação.

Ler 122 vezes Última modificação em Quarta, 25 Outubro 2017 17:24

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.